Ação Solidária Adventista

Servir como voluntário

Seja um voluntário

28 de agosto – Dia Nacional do Voluntário

O voluntariado existe há muito tempo. Remonta à época em que um grupo dedicado e convicto transformou o mundo e escreveu histórias que nos inspiram hoje.
O princípio de suas ações era bem claro e causava espanto: servir sem receber nada em troca, dedicar amor ao semelhante sem importar quem seja. Eram movidos por uma paixão tão intensa que o servir se tornou em missão.

Esse grupo tinha um líder e seu nome era Jesus.

Conhecemos o legado deixado por esses voluntários, por meio dos relatos Bíblicos.
Hoje os voluntários vivem em outros tempos e até temos leis que amparam as pessoas que sistematicamente, dedicam tempo ao semelhante. Atualmente, ser voluntário possui um valor que extrapola a satisfação pessoal e tornou-se uma ação importante para enriquecer currículos e carreiras profissionais.

Entretanto, as necessidades dos seres humanos continuam as mesmas.
Aquele grupo convicto recebeu o nome de “cristãos” – nome para denominar os que seguem os ensinos de Jesus Cristo. As estatísticas declaram que no Brasil, 85% da população se denomina cristã.

Os cristãos creem num Deus que dedica 24 horas do dia ao Universo criado por Ele. Misericórdia, amor, graça, proteção, perdão e salvação são entregues a seus filhos a todo instante.

Sim, Deus trabalha muito. E convida a cada um de Seus filhos a arregaçar suas mangas e dedicar suas habilidades numa obra de transformação desse planeta que sofre.

A semente do voluntariado foi plantada em nosso coração desde que fomos criados, é parte da essência do ser humano. Por isso ficamos imensamente satisfeitos, com o coração saltando de alegria ao fazer o bem e sermos úteis servindo ao nosso semelhante, sem ganhar nada em troca. Por outro lado, há pessoas que tentam sufocar essa semente, permitindo que o egoísmo e a indiferença os distancie da realização plena da vida, que é servir.

Talvez você nem saiba por onde ou como começar. Pode ser que a ideia de ser voluntário te assuste, ou você pode pensar que tem pouco a oferecer, ou você esteja se perguntando: “o que eu ganho com isso?”… Quem sabe, ser um “cristão comum” tenha ocupado o seu coração e pareça que não há outro caminho.

Mas posso assegurar que sem as suas mãos para unir-se no serviço, muitas bocas deixarão de ser alimentadas, feridas continuarão abertas, sofredores continuarão sem consolo, casamentos à beira do abismo não poderão ser restaurados, copos de água fresca não serão entregues, crianças continuarão com o olhar carente, a maldade continuará cantando vitória, a dor prosseguirá dilacerando corações, pessoas solitárias e tristes não receberão o seu abraço e tantas que precisam ou buscam uma vida espiritual, não serão conduzidas a Jesus.

O que você tem a oferecer? Muito mais do que você pensa. Habilidades que você tem ou que foram aprimoradas por anos de trabalho e dedicação, experiências de vida, a dor que virou passado e tantas bênçãos que podem ser compartilhadas.

Somos abençoados para abençoar os outros. Portanto, derrame toda essa bondade e amor que Deus tem colocado em seu coração sobre os outros, afinal, é para isso que você foi criado.
Apenas EXPERIMENTE.

Feliz dia do Voluntário! Comprove que fazer é muito melhor do que assistir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *